segunda-feira, 4 de abril de 2011

Processo de criação

Há mais de uma maneira de se criar é claro, esta é a forma em que esta arte foi criada: Algumas fotos tiradas durante um passeio num bosque na minha região na companhia certa... foram depois arquivadas e uma idéia nasceu. Para a capa da revista que falaria sobre minha Ilustração Naturalista comecei a estudar uma composição que combinasse esses elementos. Um antigo desenho de um peixe feito noutros tempos, combinaria perfeitamente para uma ambientação no fundo do mar que eu queria fazer, buscando mostrar também a presença dos Espiritos da Natureza na cena que é o objetivo principal desse trabalho Naturalista.

Passei então a esboçar como seria a arte final. O lápis do peixe foi trabalhado tradicionalmente com aerógrafo, pincéis, lápis de cor e tintas (acrilicas e aquarelas líquidas sobre papel Schöeller Durex que havia na época). Isso foi há vários anos atrás e ficou aguardando uma continuação, como mencionei. As artes foram então escaneadas para dentro do computador em 2007 para essa nova finalidade, iniciando a etapa de pintura digital, usando minhas fotos como referência pois gosto muito de combinar recursos e técnicas para resultados frescos. Os programas usados foram o Painter e o ArtRage de mídias naturais que gosto bastante, com uma tablet Trust e finalização da composição no PhotoPaint, que também gosto mais de usar do que o Photoshop. Nunca se sabe quais imagens do seu próprio arquivo de desenhos e fotos, servirão para uma nova criação!


A ilustração final ficou assim, espero que gostem do resultado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário